49% dos vinhedenses desaprovam o asfalto da cidade

Segundo o INDSAT – Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos, quase metade dos moradores de Vinhedo estão insatisfeitos com a Qualidade do Asfalto em Vinhedo. É o que aponta pesquisa realizada pela INDSAT no 3º trimestre de 2019. 49% dos entrevistados consideram a pavimentação “ruim” ou “péssima”.

O levantamento mostrou que Vinhedo registra índices medianos e baixos desde o início de 2017, ano em que as pontuações variaram entre 487 e 528 pontos. Em 2018, o maior índice registrado foi de 528 pontos Os dados divulgados são de pesquisa realizada em 2019.

Porque o asfalto brasileiro é uma porcaria?

Em 2014 a Revista Exame junto com especialista publicou uma matéria onde debatia as principais causas de sempre estarmos com asfaltos ruins em nossas cidades. Citam o exemplo de uma estrada no Maranhão que custou caro aos cofres públicos. Deveria durar 8 anos segundo as especificações, e que em 1 ano de utilização já tinha problemas em 82% de sua extensão.

Não comemore uma “operação tapa buraco”, porque elas só existem com essa freqüência porque o serviço anterior não foi feito como deveria.As eclarações dos especialistas servem para constatar o óbvio: é hora de se exigir que novas rodovias sejam feitas com projetos técnicos realistas, que estes sejam integralmente seguidos pelas construtoras e posteriormente checados pelo governo na entrega. E que, daí, se siga a manutenção.

Hoje, segundo especialistas, falhamos em todas essas etapas, e não por falta de capacidade. E sim por conveniência. Muitas vezes os políticos preferem economizar no curto prazo por conta de custos de novos asfaltos e pagar mais caro no longo prazo com a frequência de recapeamento.

Está na hora de exigir mais profissionalismo no processo. E você, acompanha as licitações para asfalto na sua cidade?

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.