Um ano após a Justiça de Vinhedo condenar o ex-prefeito de Vinhedo Milton Serafim (PTB) a 32 anos de prisão e pagamento de multa no valor de R$ 264,7 mil pelo crime de concussão (ato de exigir para si ou para outros dinheiro ou vantagem em razão da função, direta ou indiretamente), ele aguarda a tramitação do processo em liberdade. A defesa recorreu e o processo aguarda manifestação do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), que informa que “a decisão pode sair a qualquer momento”.

A prática de concussão teria se estendido de 1997 a 2004, enquanto esteve na administração do município, e consistia na exigência de diversos lotes como condição para aprovação dos loteamentos, de acordo com a denúncia.

Segundo a juíza da 2ª Vara Criminal de Vinhedo, Euzy Lopes Feijó Liberatti, Milton pode esperar recurso em liberdade devido a um habeas corpus expedido pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski.

Na época, também foram condenados a prisão dois secretários de Serafim e uma advogada. Eles também aguardam a tramitação do processo em liberdade.

A reportagem não conseguiu localizar Serafim ontem. O MP (Ministério Público) também não se manifestou até o fechamento.

 

Fonte: TodoDia / Uol

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.