Com 85% do público-alvo imunizado, a Prefeitura de Vinhedo, por meio da Secretaria de Saúde, seguindo orientação da Secretaria Estadual de Saúde, dentro da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, prossegue com a imunização até 15 de junho.

De acordo com as normativas do Ministério da Saúde, a vacinação é destinada a profissionais de saúde, indígenas, pessoas com 60 anos ou mais, crianças entre 6 meses e menores de 5 anos de idade, gestantes, puérperas, pessoas com comorbidades (doenças crônicas), professores e os privados de liberdade.

Além do público-alvo definido pelo Ministério da Saúde, a Prefeitura de Vinhedo está vacinando também os guardas municipais, policiais militares, bombeiros e policiais civis, que são profissionais que estão em contato direto com o público.

A vacina contra a gripe está disponível para esse grupo em todas as UBSs, Centro Médico e Policlínica. A meta do Ministério da Saúde é que os municípios vacinem 90% do público-alvo, que em Vinhedo é estimado em 15.243 pessoas. 

De acordo com o balanço da Secretaria de Saúde, até a quarta-feira, 6, 12.978 moradores já haviam sido imunizados, totalizando 85% do total, acima das médias do Brasil (76%), do Estado (67%), e da Regional Campinas (71%).

 

Horário de vacinação 

A vacinação em Vinhedo ocorre de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, nas UBS Vila Planalto, Três Irmãos, Vila João XXIII, Casa Verde, Von Zuben, no Centro Médico do Jardim São Matheus e na Policlínica da Capela.

 

Prevenção 

A vacina é trivalente, conforme recomendação da Organização Mundial de Saúde. Além de imunizar a população contra a gripe A H1N1, a campanha também vacinará a parcela da população participante contra outros dois tipos do vírus influenza – A (H3N2) e B. A vacina é segura, porém contraindicada para pessoas com alergia a ovo, e/ou que tenham apresentado reação a doses anteriores. Pessoas com febre não devem ser vacinadas.

A influenza é uma infecção viral aguda (gripe), de fácil transmissão. Para prevenir a gripe basta a população introduzir medidas simples no seu dia a dia, como lavar as mãos frequentemente, proteger a boca e nariz com lenço descartável ao tossir e espirrar, evitar lugares fechados com grande circulação de pessoas, manter o ambiente ventilado/arejado, não compartilhar objetos de uso pessoal. Além de, manter alimentação saudável e ingerir muita água.

Os sintomas mais comuns da influenza são febre alta, tosse, dor de garganta, falta de ar. O sucesso da recuperação depende diretamente da procura por assistência médica e tratamento precoce.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.