O Dia Mundial de Conscientização do Autismo foi celebrado na última segunda-feira, dia 2 de abril. A data foi escolhida pela Organização das Nações Unidas (ONU) para marcar a necessidade de melhoria na qualidade de vida das pessoas com o Transtorno do Espectro Autista (TEA). Este mês ficou conhecido como Abril Azul .
 
Em Campinas, a partir desta data, diversas atividades serão realizadas dentro da programação do “Abril Azul”. Caminhada, sessão de cinema, vôlei adaptado e palestras estão no cronograma. Além disso, a Prefeitura Municipal de Campinas e a Torre do Castelo ficarão iluminadas de azul durante todo o mês.
 
De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o TEA caracteriza-se por uma série de condições com algum grau de comportamento social, comunicação e linguagem prejudicados, e uma gama estreita de interesses e atividades únicas para o indivíduo, e realizadas repetidamente.
 
Com início na infância, o TEA costuma continuar na adolescência e vida adulta. O nível de funcionamento intelectual é extremamente variável e estima-se que uma em cada 160 crianças em todo o mundo tenha TEA, cobrindo desde o autismo infantil, autismo atípico e síndrome de Asperger.
 
Para a secretária Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos, Eliane Jocelaine
Pereira, uma sociedade justa e equânime é constituída por uma diversidade de carismas, matizes e talentos.
 
“Valorizar o diferente e inclui-los é uma forma de reforçar esse potencial presente na sociedade. Pessoas com o TEA fazem parte dessa diversidade e devem ter assegurado o seu direito de viver em uma Campinas humana e inclusiva. Conscientizar é trazer à consciência o cuidado com o outro”, afirma Eliane.
 
Segundo o diretor do Departamento de Planejamento, Gestão e Controle, Paulo Guimarães, da Secretaria Municipal de Assistência Social, celebrar o Abril Azul é necessário porque é preciso conscientizar a sociedade sobre o transtorno e reforçar que “os autistas, assim como todas as pessoas possuem o direito de ter uma vida plena e significativa. A ausência de uma real compreensão sobre o TEA prejudica os autistas e famílias, além da própria sociedade. Com o Abril Azul, queremos conscientizar as pessoas sobre o transtorno”.
 
Atividades
 
A programação teve início nesta segunda-feira de manhã com a Caminhada Azul promovida pela Associação para o Desenvolvimento dos Autistas em Campinas (Adacamp) e com a Sessão Azul de Cinema no Shopping Galleria. Ainda hoje, às 14h, terá vôlei adaptado também na Adacamp, na rua Padre Francisco de Abreu Sampaio, 349, no Parque Itália.
 
O shopping Iguatemi Campinas também promove uma sessão azul de cinema no dia 7 de abril, sábado, às 11h. O evento é gratuito e as inscrições podem ser feitas a partir das 12h, de terça-feira, dia 3, pelo site Sessão Azul (https://www.sessaoazul.com.br/sessoes). O filme será definido.
 
A Prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social, organiza a Caminhada pela Conscientização do Autismo e Abril Azul na Lagoa do Taquaral, no dia 8, domingo, às 9h30. A largada será no portão 2 (concha acústica) em direção ao portão 1 (parque Portugal). Personagens do Star Wars da 501st Divisão Brasil vão acompanhar a caminhada. Não é preciso se inscrever e a Secretaria solicita que os participantes vistam-se de azul.
 
A programação será encerrada com a palestra “Intervenções nas situações disruptivas e papel da figura paterna” com Nicolas Brito e sua família. A atividade será promovida pelo Programa de Atenção Integral à Criança e Adolescente (Paica), no Salão Vermelho da Prefeitura, às 19h, no dia 7 de maio, segunda-feira. A atividade compõe o calendário do Abril Azul, mas será realizada em maio por questões de agenda.
 
Políticas Públicas
 
Campinas atua em prol das pessoas com deficiência com diversas políticas públicas pensadas para essa população. Entre elas, três residências inclusivas para pessoas com deficiência, implantadas entre 2014 e 2017, e que hoje atendem pessoas com diversos tipos de deficiência, entre elas aquelas com TEA.
 
No Centro Dia da Pessoa com Deficiência, mantido pela Prefeitura em parceria, serviço implementado nesta gestão, dentre os 35 usuários de 18 a 60 anos, também há usuários autistas, que participam de um plano de desenvolvimento de relações interpessoais. Além disso, a Prefeitura por meio de parceria firmada pela Secretaria da Assistência social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos, repassa recursos financeiros e realiza a gestão pública do serviço de atendimento a pessoas com Autismo no município prestado pela Adacamp.
 
A Prefeitura também possui quatro Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) II, serviço de referência responsável por atender crianças e adolescentes com transtornos mentais graves, incluindo o TEA. Os CAPS funcionam com equipes multiprofissionais que realizam atendimentos individuais, grupais (para as crianças/adolescentes e para os familiares), tratamento medicamentoso, atenção à crise, reabilitação psicossocial e acompanhamento terapêutico (AT).
 
As ofertas terapêuticas são elaboradas considerando-se a singularidade da pessoa com TEA, sua família e as características do território em que vivem. Seus principais objetivos são promover socialização e interação, criar e recriar laços afetivos e aumentar a autonomia das crianças e adolescentes com TEA.
 
Segundo dados de 2017, 205 crianças autistas estudam na rede municipal de educação. Os alunos têm acompanhamento de profissionais de educação especial, orientação pedagógica e professor de sala, com o objetivo de oferecer uma organização pedagógica diferenciada para cada aluno.
 
Programação Abril Azul 2018
 
02/04 –14h: vôlei adaptado com a jogadora Virna e o preparador físico André Schliemann, na Adacamp, Rua Padre Francisco de Abreu Sampaio, 349, Parque Itália.
 
07/04 –11h: Sessão Azul de Cinema no Shopping Center Iguatemi, na Av. Iguatemi, 777, Vila Brandina.
 
08/04 – 9h30: Caminhada pela Conscientização do Autismo e Abril Azul na Lagoa do Taquaral partindo do portão 2 (Concha Acústica) em direção ao portão 1 (Parque Portugal).
 
07/05 –19h: Palestra com a família de Nicolas Brito – “Intervenções nas situações disruptivas e papel da figura paterna”, Salão Vermelho da Prefeitura.
 
* Via Correio

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.