O Dia do Índio é celebrado anualmente em 19 de abril no Brasil. Esta importante data serve para lembrar e reforçar a identidade do povo indígena brasileiro e americano na história e cultura atual.

Antes da chegada dos primeiros europeus em terras americanas, todos os países que formam este continente eram amplamente povoados por grandes nações indígenas. Infelizmente, a ganância e a crueldade humana fizeram com que muitas tribos fossem totalmente dizimadas e grande parte da cultura indígena foi esquecida.

Na tentativa de preservar as tradições e identidade dos indígenas, o Dia do Índio surgiu para não deixar as novas gerações esquecerem das verdadeiras raízes que formam o povo brasileiro.

História do Dia do Índio no Brasil

O dia 19 de abril foi escolhido como data para se comemorar a cultura indígena em homenagem ao Primeiro Congresso Indigenista Interamericano, que ocorreu em 19 de abril de 1940. Além de contar com a participação de diversas autoridades governamentais dos países da América, vários líderes indígenas deste continente foram convidados para participarem das reuniões e decisões. Porém, os índios não compareceram nos primeiros dias do evento, pois estavam preocupados e temerosos. Este comportamento era compreensível, pois os índios há séculos estavam sendo perseguidos, agredidos e dizimados pelos “homens brancos”.

No entanto, após algumas reuniões e reflexões, diversos líderes indígenas resolveram participar, após entenderem a importância daquele momento histórico. Esta participação ocorreu no dia 19 de abril, que depois foi escolhido, no continente americano, como o Dia do Índio. O objetivo deste congresso era de reunir os líderes indígenas das diferentes regiões do continente americano e zelar pelos seus direitos.

No Brasil, esta data foi oficializada através do decreto-lei nº 5.540, de 2 de junho de 1943, com assinatura do então presidente Getúlio Vargas.

É importante lembrar que nesse dia as dicussões sobre valorização da cultura indígena, demarcação de terras e acesso dos índios e descendentes de índios à educação precisam ser discutidos. São grupos, famílias e povos que estavam aqui antes da chegada dos portugueses, e assim como o escravo africano representam toda a miscigenação do nosso povo.

Incorporação da Cultura Indígena em outros países

Existem países que conseguiram superar preconceitos e passaram a valorizar a cultura indígena como algo positivo para sua história como comunidade. O Canadá por exemplo existem 540 000 índios registrados ou pessoas que têm o status de índios (cerca de 1.8% do total da população do país). Quando é registrado , o indivíduo é reconhecido sob a lei federal como índio, com certos direitos, privilégios e benefícios. Cerca de 55% dos índios registrados vivem em áreas específicas de terra, chamadas de reservas, demarcadas para o uso e benefício dos indígenas. Há mais de 2200 reservas espalhadas pelo Canadá para cerca de 605 Primeiras Nações. A maioria localiza-se em zonas rurais, muitas são isoladas e algumas não são habitadas. Os canadenses entendem que o modo de vida indígena sob condições adversas de tempo, como o frio, são importantíssimos para sua cultura e sobrevivência. Os conhecimentos são ensinados na escola e passados de geração em geração.

Outro país que também demonstra articular muito bem a cultura indígena com a cultura do povo é a Nova Zelândia, os Maoris, como são chamados, são o povo nativo da Nova Zelândia. Vindos da Polinésia, eles chegaram no país mais de 1000 anos atrás e hoje compõem apenas 14% da população neozelandesa. Mas é incrível a importância que a cultura Maori tem na Nova Zelândia. Sua língua e suas tradições fazem parte da história do país – tanto que, além do inglês, o Maori também é considerado como língua oficial. É raro encontrar um neozelandês que não conheça os termos e frases mais comuns da língua Maori, o Te Reo Maori. Diferente do que acontece aqui no Brasil com os povos indígenas, que são pouco estudados e pouco reconhecidos, os Maori têm grande espaço na cultura do Aotearoa, nome Maori para Nova Zelândia, que significa ‘A Terra da Grande Nuvem Branca’. Além disso, no Rugby, esporte considerado nacional, existe o time principal e o time que conta apenas com Maoris, e ambos são extremamente fortes!

Em qualquer país existem problemas também com a incorporação da cultura indígena, principalmente porque o modo de vida moderno difere muito do modo de vida ancestral dos povos indígenas. No entanto, respeito e etendimento são coisas que não podem faltar. Aproveite o Dia do Índio para entender melhor o que significa ser índio no Brasil.

 

 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.