Esta manhã, a semana do brasileiro começou agitada. O presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão, “anulou o trâmite do processo de impeachment”, o que significa que a sorte de Dilma vai novamente ter de ser discutida na Câmara.

Com esta decisão, Maranhão anulou as sessões que decorreram de 15 a 17 de abril e que tiveram como resultado a aprovação do processo de destituição da presidente. O processo estava já a ser discutido no Senado e teria votação sobre o impeachment nesta quarta-feira, dia 11/05.

Os principais argumentos de Maranhão são a orientação de voto dada pelos partidos, tal como o anúncio público das intenções de voto por parte dos deputados, que o novo presidente do parlamento considera inconstitucionais. O vereador Maranhão acolheu o recurso da AGU (Advocacia-Geral União).

Fonte: Euronews

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.