O próximo dia 31 de janeiro, quarta-feira, promete ser especial para os amantes da Lua. É que dois fenômenos acontecerão de forma combinada: Superlua e Lua Azul. Por este motivo, o Observatório Municipal de Campinas Jean Nicolini estará aberto das 20h à meia-noite. Os ingressos custam R$ 4 e R$ 2 (estudantes).

Segundo os técnicos do Observatório, chama-se Lua Azul a segunda fase de Lua Cheia no mesmo mês. A primeira ocorreu em 1º. de janeiro e a segunda acontecerá dia 31. Em março também teremos duas Luas Cheias, no dia 1º e no dia 31. Se verificar o calendário, verá que fevereiro contará somente com três luas: Quarto Minguante, Nova e Quarto Crescente.

Uma superlua é uma Lua que está cheia e em seu ponto mais perto na órbita ao redor da Terra. Este período é chamado de perigeu, quando o satélite aparece cerca de 14% maior e 30% mais brilhante do que no apogeu (microlua) – quando está mais distante, segundo a agência espacial. Ela se apresentará um pouco maior e mais brilhante do que costumamos observar.

As superluas podem ser observadas a olho nu, mas, segundo a Nasa, é difícil para os nossos olhos fazerem a distinção precisa dessas mudanças de tamanho com o satélite localizado em um lugar tão alto e em um vasto céu à noite.

Ainda conforme os técnicos, na medida em que a Lua orbita em torno da Terra, completando seu ciclo de fases, sua distância muda consideravelmente entre seu ponto mais próximo com a Terra, denominado de perigeu, e seu ponto mais distante, designado de apogeu. O perigeu e o apogeu podem ocorrer em qualquer época, independente da fase da Lua. No dia 31 de janeiro a Lua estará Cheia no perigeu, ou seja, a Superlua.

No dia 31 de janeiro, o fenômeno será acompanhado de um eclipse lunar total. A má notícia é que ele não será visível no Brasil. O eclipse será visto do oeste da América do Norte, em todo o Pacífico até a Ásia Oriental. 

A direção do Observatório aconselha aos visitantes que levem agasalho, já que a região é serrana e fria, e um lanchinho, pois não há lanchonete no local.

Para manter a tradição, um dos telescópios do Observatório terá um filtro azul, mostrando que até na ciência, uma licença poética é bem-vinda.

Serviço
Superlua e Lua Azul

Onde: Observatório Municipal de Campinas Jean Nicolini (Pico das Cabras, s/n. Joaquim Egídio).
Quando: 31 de janeiro, quarta, das 20h às 24h.
Ingressos: R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (estudante com carteira).

As observações somente ocorrerão com condições climáticas favoráveis.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.