Desde o último sábado (17) a compra de passagens de ônibus municipais para as linhas do Terminal Central de Campinas só acontecerá por meio de QR Code (Código de Resposta Rápida) ou Bilhete Único (vale transporte, comum, escolar, universitário, idoso, gratuito ou especial).

Veja mais no link: http://www.cicerone.me/noticia/campinas-usara-dinheiro-nos-onibus-ate-fevereiro.

O QR Code é um código de barras bidimensional, com impressão em papel. Ele tem a capacidade de armazenar dados e caracteres.

Segundo a Prefeitura, a ação faz parte de um processo cujo objetivo é a eliminação total do dinheiro como forma de pagamento para o embarque dos ônibus do transporte público. A medida foi imposta a partir de intervenção do Ministério Público do Trabalho (MPT) em maio do ano passado, quando apontou acúmulo de função dos motoristas. O valor do bilhete com QR Code é de R$ 4,70, o mesmo do pagamento com cédulas. Os dados valem por 30 dias e se o usuário não utilizar não tem direito a reembolso, segundo a Emdec.

 

Linhas do Terminal Central

115; 119; 120; 130; 141; 142; 153; 162; 163; 164; 191; 193; 194; 195; 214; 218; 221; 222; 223; 228; 231; 330; 333; 380; 402; 404; 405; 411; 414; 422; 430; 431; 432; 434; e 435.

 

Agilidade

A Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) diz que a nova forma de pagamento vai tornar mais ágil o embarque de passageiros, além de reduzir a incidência de assaltos aos veículos. No Terminal Central são atendidos 70 mil usuários por dia.

Onde comprar

Dezessete locais credenciados na região do Terminal Central vão comercializar o novo ticket. Os funcionários da Transurc vão vendê-los nas plataformas de embarque até às 21h.

Confira os locais entorno do Terminal Central que venderão o QRCode

  • Banca Lima – Avenida Franscisco Glicério, 919
  • Banca Bem-vindo – Rua Dr. Costa Aguiar, 701
  • Banca do Miro – Avenida Dr. Campos Sales, 663
  • Banca Barboza – Rua Cônego Cipião, 157
  • Casa do Norte – Rua Cônego Cipião, s/nº, Box 33
  • Açougue Megacarnes – Praça Marechal Floriano Peixoto, 302
  • Cantinho do Espeto – Avenida Dr. Campos Sales, 564
  • Banca da Vó – Avenida Senador Saraiva, 444
  • Banca Nico – Avenida Francisco Glicério, 601
  • Farmácia Salles – Avenida Dr. Campos Sales, 402
  • Farmacenter – Avenida Dr. Campos Sales, 312
  • Banca do Álvaro – Avenida Ferreira Penteado, FT.773
  • Café Sabor & Cia – Rua Marechal Deodoro, 58
  • Banca do Vinagre – Rua Costa Aguiar, Box 9, nº 600
  • A Maranata Livraria Evangélica – Rua Treze de Maio, 130
  • VHY Comércio – Rua Ferreira Penteado, 390
  • Banca da Alessandra – Rua José Paulino, s/nº, esquina com Avenida Dr. Moraes Sales

 

Além disso, a venda do ticket ocorrerá em toda a rede credenciada pela Transurc. Ao todo, são mais de 300 estabelecimentos comerciais distribuídos nas regiões da cidade. Entre eles estão casas lotéricas, drogarias, padarias, bancas de jornal, mercados, entre outros.

Também haverá pontos de venda na sede Transurc, que fica na Rua 11 de Agosto, nº 757, no Centro; e nos terminais urbanos.

Ainda será possível comprar passagens pelo aplicativo da Transurc, que mostrará o QR code na tela e evitará filas e gastos com impressão. Para quem não quer ficar comprando os QR codes uma opção muito boa é o Bilhete Único – BU.

Mais de 90% dos usuários de ônibus de Campinas já utilizam o Bilhete Único por conta das vantagens que ele oferece. Com o cartão comum, a passagem custa R$ 4,30, ao passo que, no pagamento pelo QR Code, o valor é de R$ 4,70. Além disso, o BU proporciona a integração, ou seja, o uso de um segundo ônibus por um período de duas horas, pagando uma tarifa. Apenas a partir da segunda integração nesse período (embarque no terceiro ônibus) é cobrado o valor de R$ 0,40. O benefício é válido para todos os dias da semana.

Outra vantagem é a segurança a motoristas e passageiros, ao reduzir o volume de dinheiro em circulação nos ônibus. Além disso, com o cartão, também é possível realizar até duas viagens mesmo sem saldo (o débito das passagens será feito na próxima recarga).

O Bilhete Único Comum é gratuito e pode ser feito por qualquer pessoa, mesmo não residente em Campinas, com a apresentação de CPF e RG.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.