Quem depende do transporte intermunicipal na Região Metropolitana de Campinas vai pagar mais caro a partir de hoje. O índice médio do reajuste foi de 4,06%, em 2017, o aumento foi de 7,06%. Enquanto a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) atribui a necessidade de majorar a tarifa ao aumento de combustível, elevação do custo da mão de obra e manutenção dos veículos, a população reclama do valor alto por um serviço que não corresponde às expectativas, além disso aponta para os prejuízos da mobilidade, já que a tarifa mais alta limita o acesso das pessoas aos espaços em razão dos custos. Os novos valores estão disponíveis no site da EMTU.

Em Vinhedo, as linhas que passavam pela cidade com a tarifa em R$ 4,20, como é o caso dos ônibus 674, 685 e 689, teve o reajuste para R$ 4,40. A passagem das linhas 724 e 727 foram de R$ 4,40 para R$ 4,60. Já o preço cobrado nas linhas 686, 687 e 688 passou de R$ 4,35 para R$ 4,50.

De acordo com a EMTU, o aumento de 12% no combustível foi o que mais pesou na composição do reajuste, que levou em conta também a elevação do custo da mão-de-obra (entre 4% e 4,5%), da manutenção dos veículos (5%), além da inflação acumulada no período e de cláusulas contratuais com as empresas operadoras.

Impacto
 
Professor da área de transporte da Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Carlos Alberto Bandeira Guimarães, afirma que o reajuste tem impacto direto no custo para o usuário, acima da inflação, que fechou 2017 em 2,95%.
 
Acrescentou que o aumento da passagem num primeiro momento também deverá causar impacto no próprio sistema com a redução da demanda. “No sistema, o reajuste da tarifa busca o equilíbrio financeiro da operação, que geralmente está estipulado nos termos da concessão.”
 
Ele acrescenta que o ideal para que os custos não ficassem tão altos para a população é que o sistema de Campinas com a Região Metropolitana fosse integrado. “O ideal seria fazer a integração do sistema municipal com intermunicipal de tal forma a diminuir os custos para o usuário.”
 
PARA CONSULTA
 
Os novos valores da tarifa do transporte intermunicipal podem ser conferidos por meio do link http://www.emtu.sp.gov.br/emtu/itinerarios-e-tarifas/tarifas-em-formato-pdf.fss

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.