O Procon de Vinhedo – órgão de Proteção e Defesa do Consumidor – vinculado à Secretaria de Negócios Jurídicos da Prefeitura, aproveita a proximidade do Carnaval para dar dicas aos consumidores que pretendem viajar no feriado prolongado. As orientações servem também para viagens feitas em qualquer período do ano.

As recomendações começam já na escolha do roteiro e do passeio do pacote escolhido, que deve ser individual ou em grupo.

Os individuais apresentam maior liberdade na programação, tanto na hospedagem como transportes, desde que previamente contratados. No caso de excursão em grupo, roteiros e horários são fixos. O Procon de Vinhedo orienta também que o consumidor deve checar o número de pessoas que compõem o grupo.

“Muitas vezes os consumidores ficam sabendo dos pacotes de viagem por meio de promoções e propagandas. A dica é guardar o anúncio porque o folheto deve conter informações claras e precisas referentes à viagem. Também deve especificar quais despesas extras ficarão por conta do consumidor”, explicou o diretor do Procon de Vinhedo, Matheus Galbes, seguindo orientações do Procon-SP.

No contrato (ou ficha roteiro de viagem) deve constar tudo o que foi acertado verbalmente e oferecido pela publicidade. As cláusulas que possam colocar o consumidor em desvantagem exigem maior atenção, sobretudo quanto à possibilidade de alterações nos hotéis, passeios, taxas extras e transportes. É necessário guardar uma via datada e assinada, além de todos os prospectos, anúncios e folhetos publicitários que integram o contrato.

Fechado o negócio, a agência deve fornecer os vouchers (comprovantes de reserva de hotéis, traslados, etc.) bem como recibos dos valores pagos, bilhetes, passagens com datas de saída e chegada.

Para viagens internacionais, a dica é ficar atento às questões de câmbio e permissões e obrigações para viajar como, por exemplo, a necessidade de visto, vacinas, autorização para viagens a menores de idade. É obrigação do consumidor providenciar toda a documentação antecipadamente. O consumidor deve, ainda, verificar os limites alfandegários para gastos no exterior.

As faturas do cartão de crédito costumam ser convertidas para o real na data de vencimento do fechamento da fatura. Vale, portanto, verificar a conveniência de optar por outras formas de pagamento como, traveler check ou cartão de débito.

Problemas durante a viagem devem ser comunicados aos responsáveis e, se possível, registrados por meio de fotos ou vídeos.

Buscar referências sobre agências de viagem com pessoas de confiança que conheçam os serviços também ajuda. O usuário também pode acessar o cadastro das empresas reclamadas no Procon-SP, pelo telefone 151 ou pelo site da Fundação Procon-SP: www.procon.sp.gov.br

 

Fonte: Prefeitura de Vinhedo

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.