Prefeitura realiza reunião com Combea, secretarias e GAPA para discutir causa animal


Objetivo foi apresentar as ações que serão realizadas no semestre

A Prefeitura de Vinhedo realizou na última sexta-feira, 23, uma reunião com diversos setores da proteção animal da cidade para discutir as ações em andamento realizadas pelo poder público.

Participaram do encontro, o prefeito Dario Pacheco, a Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo – Departamento de Bem-Estar Animal, a Secretaria de Saúde – Zoonoses, o Conselho do Bem-Estar Animal (Combea), Grupo de Ações Preventivas Ambientais (Gapa), secretarias de Negócios Jurídicos, Governo, Assistência Social, Educação e também o Projeto CED.

Entre os assuntos discutidos, a importância da união de todos os segmentos que lutam em favor da causa animal e os projetos que serão realizados no semestre pela pasta. De acordo com a secretaria de Meio Ambiente, o departamento finaliza uma licitação para contratação de clínica veterinária parceira para realização de atendimentos de emergência a animais em situação de vulnerabilidade social. Também está prevista a chipagem e castração de animais, realização de feirinhas e campanhas solidárias e educativas e o retorno das castrações feitas pela Zoonoses em parceria com o Bem-Estar.

Cadastro
O departamento de Bem-estar Animal de Vinhedo, da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo, começa nesta segunda-feira, 26, o cadastramento de protetores independentes e ONGs que cuidam de animais abandonados. O cadastro segue até o dia 7 de maio, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 11h e das 13h às 16h. É preciso agendar horário na secretaria, pelos telefones: (19) 3886-5841 ou 3836-3389.

A iniciativa tem o objetivo de ampliar e fortalecer as ações do setor de Bem-estar Animal implementadas no Município. O cadastro também permitirá ações futuras como realizar feiras de adoção, definir e desenvolver programas de castrações prioritárias, de posse responsável e manejo de animais em situação de vulnerabilidade.

Para fazer o cadastro é preciso preencher a ficha (Cadastro Protetor Independente e ONGs 2021), apresentar RG, CPF e comprovante de residência (original e cópia). Além dos documentos listados, ainda será preciso apresentar cópia de pelo menos três termos de compromisso de adoção responsável vinculados ao protetor (último ano) e demais documentos que comprovem a atuação, como participação em eventos ou divulgação de animais em redes sociais. O atendimento será individual e por agendamento.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.