Um grupo de manifestantes tirou a roupa na tarde desta sexta-feira (26) em frente à entrada da Fazenda Cachoeira, em Vinhedo, em protesto para pedir que a área seja transformada em um parque ecológico. O ato é de integrantes da campanha “Pelo mato até pelado”, que pede mais parques ecológicos em todo o Brasil.

A fazenda é Área de Preservação Permanente (APP), mas pertence a um grupo de proprietários particulares. Segundo a artista plástica Caroline Bampa, os manifestantes tiram a roupa para chamar mais atenção sobre o assunto. Atualmente, a Prefeitura está revisando o Plano Diretor do município. “Mas ele está sendo feito a toque de caixa, como um balcão de negócios antes das eleições”, afirma Caroline.

Na próxima segunda-feira haverá uma audiência pública sobre a revisão do Plano Diretor. A reunião será às 19h, no Centro de Convivência, e tratará especificamente sobre a região da Fazenda Cachoeira. “E nós estaremos lá, com certeza. Vamos protestar porque esse processo não está sendo democrático”, diz.

Os manifestantes criaram inclusive uma página no Facebook: facebook.com/fazenda.cachoeira.vinhedo.

Além de reclamar que há censura nas audiências públicas, o grupo afirma também que “não existe um diagnóstico sobre a atual situação da cidade”, sobretudo no que diz respeito à situação da água e do transporte urbano. “Vinhedo será capaz de prover água para todos os seus moradores? Como isso será feito? O plano diretor não informa nada disso. Assim como não informa sobre a questão do transporte. Hoje, temos um dos maiores índices do Brasil de carros por habitantes”, diz a artista.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Vinhedo tem 72.550 moradores para quase 37.804 veículos, média de 1,9 carro por pessoa.

A Prefeitura, por meio de sua assessoria de imprensa, afirmou não ter recursos suficientes para desapropriar a fazenda e transformá-la em um parque ecológico.

Informou ainda que, pelo sétimo ano consecutivo, a cidade recebeu o selo Município Verde-Azul (programa do governo estadual que mede e apoia a gestão ambiental de municípios de São Paulo).

Em relação às críticas sobre suposta falta de democracia no processo de revisão do Plano Diretor, a Administração nega que não haja participação popular e afirma que as decisões serão tomadas em plenárias por delegados escolhidos pela própria comunidade. Quanto ao protesto, o prefeito Jaime César da Cruz (PSDB) reprovou o fato de as pessoas estarem nuas. “O povo de Vinhedo não precisava desse tipo de cena.”

 

História

Parte do que é hoje o Centro de Vinhedo já foi Fazenda Cachoeira. A cidade surgiu a partir da propriedade cafeeira, que era uma das principais do Estado no século 19. Hoje pertence ao grupo Fazenda Cachoeira S.A.

 

Fonte: Correio Popular (correio.rac.com.br)

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.