Na última segunda-feira, 04 de Julho, aconteceu o sorteio das chaves dos 60º Jogos Regionais como foi divulgado aqui mesmo no CICERONE (http://www.cicerone.me/esporte/hoje-ocorre-sorteio-de-chaves-dos-jogos-regionais). Todas as 42 cidades participantes estiveram presentes, Vinhedo foi representada pelo secretário de esportes Adriano de Souza e o chefe de delegação Ailton Luis Bertan (Ito). Aproveitamos essa fase de preparação para fazer uma entrevista com o secretário Adriano e saber mais sobre as modalidades, expectativas e histórico de Vinhedo nos Jogos.

 

Cicerone: Quais esportes Vinhedo disputará nesses jogos regionais?

Adriano: Bom, Vinhedo confirmou sua participação nos jogos de Americana nessa última segunda – feira. Vamos disputar 20 modalidades, são elas:Atletismo Masculino e Feminino, Atletismo ACD Masculino e Feminino, Biribol, Bocha, Capoeira masculino e feminino, Futebol masculino, Futsal masculino e feminino, Ginástica Artística até 14 anos e livre, Ginástica Rítmica Livre, Handebol Masculino e Feminino, Judô masculino e feminino, Karate masculino e feminino, Natação feminino e masculino, Natação ACD masculino e feminino, Taekwondo masculino e feminino, Tênis masculino, Vôlei de praia feminino e masculino, voleibol masculino e feminino e xadrez masculino e feminino.

 

Cicerone: E normalmente quais dos esportes se destacam mais das equipes e atletas de Vinhedo?

Adriano: Há 7 anos que Vinhedo vem melhorando seus resultados e todos os esportes vem aperfeiçoando suas participações. Porém, os esportes que normalmente obtêm mais medalhas são: ginástica, biribol, natação, karatê e taekwondo.

 

Cicerone: E qual o histórico de Vinhedo na competição?

Adriano: Então, como falei, há 7 anos a cidade nunca passava de 10º lugar. Porém, com o trabalho forte das escolinhas e o trabalho duro dos atletas em 2013 fomos campeões da segunda divisão, jogamos a primeira divisão em 2014 e fomos 4º lugar em 2015. Jogar a primeira em 2014 foi muito importante, mas muito difícil também, o nível dos jogos é muito maior. Mas nos últimos anos, mesmo na segunda divisão temos nos mantido em pelo menos 5º lugar. Na nossa Região Esportiva duas cidades são muito fortes, Santa Bárbara e Americana. Ambas já jogaram a primeira divisão, então sempre estão nas primeiras colocações.

 

Cicerone: E como funciona a escolha da delegação? Os atletas são amadores ou profissionais? Existe contratação de atletas?

Adriano: Cada treinador de cada modalidade escolhe os atletas que disputarão os jogos, porém normalmente é um trabalho de longo prazo então a maioria já está preparada para os jogos, e os treinadores com os times prontos. Existem atletas amadores e alguns até profissionais, jogando em clubes, selecionados do Brasil e até atletas paraolímpicos e olímpicos. Os jogos sempre foram uma forma de revelar esses atletas. Quanto maior o nível técnico da cidade normalmente mais atletas tops ela leva. Vinhedo nunca “contrata” atletas, ou seja, paga para que eles venham jogar pela cidade. Tentamos em todas as categorias ter atletas de Vinhedo, apenas em algumas categorias em que não temos atletas para jogar fazemos convites para atletas de outras cidades, mas sem qualquer tipo de remuneração. Por outro lado, Vinhedo levará uma das maiores delegações da segunda divisão com 350 atletas e é uma das únicas à fornecer beliches, colchões, alimentação reforçada e uma boa estrutura de alojamento para seus atletas.

 

Cicerone: E os resultados dos Jogos Regionais servem para os Jogos Abertos?

Adriano: Exatamente, os campões e vice-campeões de cada modalidade coletiva e os melhores índices nas modalidades individuais formam o ranking para participação dos jogos abertos. Os Jogos Abertos é outra história, tem uma grande qualidade e é outro nível, muito difícil mesmo.

 

 

Cicerone: E você acha que a crise atrapalhou um pouco os jogos?

Adriano: Com certeza, o número de cidades que participaram nas últimas edições eram quase o triplo do número atual. Muitas cidades tiveram orçamento reduzido e muitas deixaram de participar por conta disso. As cidades sede normalmente recebem as inscrições das cidades e ajuda financeira da Secretaria de Esporte do Estado, mas mesmo assim ficou difícil. Inclusive Americana, a cidade sede, se não fosse sede dos Jogos não conseguiria participar, pois os custos de transporte e alimentação ficariam muito pesados. Vinhedo teve seus problemas também, mas graças ao trabalho e empenho de todos estamos preparados e animados para esses Jogos.

 

Cicerone: E quais as expectativas esse ano?

Adriano: Temos como objetivos nos manter entre os 5 primeiros como temos feito nos últimos anos. Como falei é bem difícil ficar nas primeiras colocações, pois St. Bárbara e Americana tem equipes muito competitivas. Mas vamos brigar pelas outras colocações, 3º, 4º e 5º lugares. Vamos torcer para que dê tudo certo!

 

 

A Equipe CICERONE agradece a entrevista e deseja sucesso à delegação de Vinhedo! Torcemos por vocês!

 

Texto: Thiago Tonus

 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.