O Ciclo de Cinema Documental começou na quinta-feira (26), em Campinas (SP), com a exibição da obra do cineasta argentino Carlos Pronzato, com filmes sobre cultura, memória e lutas populares. A programação é gratuita e segue até a próxima terça-feira (1º).

Os dez documentários da mostra serão exibidos em diversos lugares da cidade, como o Museu da Imagem e do Som (MIS), Casa de Cultura Tainã, CEU da Vila Esperança, Espaço Cultural Maria Monteiro, CEU Florence, além de sessões nas escolas.

 

Confira a programação

Quinta-feira (26)

  • A rebelião dos pinguins , às 15h no CEU Esperança
  • Acabou a paz, isso aqui vai virar um Chile , às 19h30 na Casa de Cultura Tainã
  • 19h30 – Carabina M2 – uma arma americana: Che na Bolívia , às 19h30 no Auditório II do IFCH na Unicamp
  • Calabouço 1968, um tiro no coração do Brasil , às 16h na EMEF Dulce Bento em Barão Geraldo
  • Acabou a paz, isso aqui vai virar um Chile , às 20h na EMEF Dulce Bento em Barão Geraldo

 

Sexta-feira (27)

  • Ocupa tudo, escolas ocupadas no Paraná , às 7h na Escola Estadual Maria Julieta na Vila Maria Eugênia
  • A rebelião dos pinguins , às 15h no Espaço Cultural Maria Monteiro, no Conj. Hab. Padre Anchieta
  • Ocupa tudo, escolas ocupadas no Paraná , às 19h30 no Museu da Imagem e do Som
  • Mães da Praça Maio: memória, verdade e justiça , às 19h

 

Sábado (28)

  • Pinheirinho, tiraram minha casa, tiraram minha vida , às 17h no CEU Florence

 

Segunda-feira (30)

  • Acabou a paz, isso aqui vai virar um Chile , às 19h30 na Fumec do Itajaí, no Conjunto Habitacional Parque Itajai

 

Terça-feira (1)

  • 1917, A greve geral , às 18h30 no Largo do Rosário

 

Serviço

Ciclo de cinema documental

  • Quando: de 26 de abril a 1º de maio
  • Quanto: entrada gratuita

* Via G1

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.