Sem chuvas há mais de 30 dias, e em pleno período de estiagem, o consumo de água aumentou nos últimos dias em Vinhedo.

Em 15 dias, foram consumidos 21,5 milhões de litros de água, um aumento de 17,1% em relação ao mês anterior. O aumento no consumo é crescente em todos os períodos do dia, reforçando a necessidade de se utilizar a água com responsabilidade, apenas para as necessidades básicas.

“As nossas estações de tratamento estão trabalhando dentro da sua capacidade para atender a população, no entanto, parte desse consumo vem do desperdício de água que acaba prejudicando a reservação de água bruta. A Sanebavi conta, neste momento, com a colaboração de cada morador para economizarmos água até o início do período chuvoso”, explica o superintendente da Sanebavi, Danilo Ferraz.

Com a falta de chuvas, os mananciais ficam com o nível baixo, dificultando a captação de água bruta para tratamento. Este ano, Vinhedo registrou 89 dias de chuvas, com um índice acumulado de 1.165 mm. A situação é parecida com o ano de 2015 quando foram registrados 1.141 mm, em 111 dias.

Segundo a Defesa Civil de Vinhedo as chuvas acima da média registradas em 2016, com um acumulado de 2.049 mm, em 117 dias, não foram suficientes para a recuperação hídrica. 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.