Esta manhã de terça-feira, 03 de Maio, está havendo uma passeata dos servidores públicos contra o “não-reajuste” que a Prefeitura ofereceu.

A manifestação se dá  após várias reuniões frustadas onde tanto o Sindicato dos Servidores de Vinhedo como a Prefeitura de Vinhedo reclamam de falta de colaboração das partes. O embrólio começou quando o Sindicato pediu a presença do prefeito Jaime Cruz, juntamente com representantes da Câmara Municipal e SANEBAVI, nas reuniões do grupo. Todavia o prefeito enviou uma equipe em seu lugar e o Sindicato então, decidiu que só falaria com o prefeito e cancelaram reuniões posteriores. A Prefeitura por sua vez, menciona que havia indicado uma equipe que poderia lidar com o tema mas diz que houve má vontade do Sindicato para negociar.

Os servidores, em greve desde o dia 28/04, dizem a Prefeitura primeiramente ofereceu somente 3% de reajuste e após negativa, veio a oferecer 9% de reajuste todavia, não contempla todos os benefícios. Sendo assim, o Sindicato reclama que, tendo a inflação alcançado mais de 9%, a falta deste repasse em benefícios como vale-transporte e vale-alimentação fariam com que perdessem dinheiro.

A Prefeitura, informou que busca, junto com a Câmara Municipal de Vinhedo e a autarquia SANEBAVI chegar a uma solução junto ao Sindicato, que representa os 3057 servidores públicos municipais. A greve continua.

Fonte: Cicerone Vinhedo

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.