O Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp, em Campinas (SP), informou, na quarta-feira (30), que estendeu a suspensão das cirurgias eletivas até a próxima segunda (4). A medida foi tomada ainda por conta dos reflexos no abastecimento causados pela greve dos caminhoneiros, que chegou ao 10º dia na quarta-feira. Atendimentos de urgência e emergência continuam sendo priorizados.

A situação dos exames e consultas eletivos, e também os procedimentos ambulatoriais, que, assim como as cirurgias eletivas, estão suspensos desde o último sábado (26). O HC é referência para 6,5 milhões de moradores em 86 municípios.

As Unidades de Urgência Referenciada Adulto e Pediátrica continuam lotadas e restringindo o atendimento aos casos de pacientes extremamente graves. […] Radioterapia, quimioterapia e infusão de imunobiológicos agendados serão realizados nesta quarta-feira , diz o comunicado mais recente do hospital, desta terça (29).

Na última segunda (28), o HC precisou suspender a realização de um transplante de fígado por causa da quantidade limitada de bolsas de sangue disponíveis para o procedimento. O Hemocentro chegou a divulgar um alerta por conta da queda nas doações, também como um reflexo da greve.

* Via G1

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.