Um ano após vencer o prazo para elaboração do Plano de Mobilidade Urbana, ao menos nove das 20 cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas) ainda não têm o texto aprovado. Dos 17 municípios da região com mais de 20 mil habitantes, obrigados por lei a fazer o plano, somente Valinhos e Jaguariúna informaram que aprovaram seus projetos nas Câmaras.

Onze municípios ainda estão elaborando o projeto, sendo que Campinas e Holambra já concluíram o texto e devem enviar para Câmara. Sem o plano, os municípios ficam impedidos de requerer recursos federais destinados à mobilidade.

De acordo com a Política Nacional de Mobilidade, o plano deve traçar diretrizes e viabilizar o transporte viário dos municípios de médio a longo prazo com o objetivo, inclusive, de sanar problemas no transporte individual e coletivo, como congestionamentos e ausência de opções de modais aos cidadão. Em março de 2016, a frota de veículos na RMC chegou a 2,1 milhões. Além disso, o plano tem de ser revisado a cada dez anos ou em período mais curto.

A Prefeitura de Vinhedo informou que seu projeto está em andamento e logo será enviado à Câmara mas mencionou que está analizando sempre o tema e que em breve, disponibilizará uma rede de ciclovias que ajudará aos que utilizão biciletas tanto para locomoção diária como para lazer.

Em nossa cidade, muito se fala de mobilidade mas pouco se nota de diferente. Há uma dependência muito grande dos veículos pessoais , o transporte público deixa a desejar, tanto nas linhas como horários além de que podem entrar em greve, novamente, e deixar a cidade praticamente sem transporte e por fim, a questão dos pedestres e a busca por soluções a estas pessoas.

 

Fonte: TodoDia / Cicerone

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.