A Prefeitura de Vinhedo, por meio da Secretaria de Saúde, em comemoração ao Setembro Amarelo, vai realizar durante este mês um trabalho de conscientização e prevenção contra o suicídio.

No início do ano e e final de 2017 foram registrados 3 suicídios em Vinhedo, entre eles de jovens que morvama na cidade. Por isso, ações de esclarecimento e amparo são muito importantes.

 

As ações envolvem rodas de conversas com adolescentes, pais e usuários dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) do município. Nesta quinta-feira, 6, o tema foi abordado com grupo de familiares do CAPS que residem na região Central, na UBS da Vila Planalto.

 

No dia 12, a roda de conversa será realizada com os alunos do Ceprovi em dois horários, às 9h30 e 14h. No dia 17, o assunto será discutido no Centro Médico com o grupo de familiares do CAPS que residem na Vila João XXIII. Todos os usuários do CAPS que estiverem cumprindo projeto terapêutico na unidade também serão envolvidos na discussão de 17 a 20 de setembro, sempre na parte da manhã.   

 

Suicídio

 

O suicídio é considerado um problema de saúde pública e a cada 40 segundos uma pessoa se mata. São 800 mil mortes por suicídio todos os anos. No Brasil, são 12 mil casos por ano.  

 

Apesar de números tão alarmantes, o assunto ainda é tratado como tabu. Falar sobre o tema colabora para a prevenção e mostra para as pessoas que elas podem procurar ajuda e receber o amparo necessário para não consumar o fato.

 

Em Vinhedo, a ajuda pode ser solicitada no Centro de Atenção Psicossocial, pelo telefone 3826-3986, na UPA, pelo número 192, e no atendimento de psicologia localizado no CASM (3836-3790) e na UBS da Vila Planalto (3876-1841). O Centro de Valorização da Vida (CVV) também atende pelo número 188.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.