Um balanço apresentado pela Secretaria Nacional de Comércio Exterior (SECEX) aponta um crescimento de 10% na receita gerada por exportações na Região de Jundiaí, nos últimos seis meses, comparados com o primeiro semestre de 2016. Da mesma forma, houve um crescimento de 11% nas importações. Para Marcio Júlio Ribeiro, diretor de Comércio Exterior do CIESP Jundiaí (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), as estatísticas mostram uma recuperação da indústria diante da crise que prejudicou os resultados nos últimos três anos.

Se os resultados continuarem positivos, o diretor prevê uma melhora na economia regional, que pode ser refletida em novos postos de emprego, por exemplo. “A massa de desempregados é grande ainda, mas manifestação positiva faz com que a situação se reverta. A notícia é que a tendência agora é positiva e não mais negativa.”

Os dados da SECEX mostram que, só em Jundiaí, o mercado saltou de R$ 229.153.105,00, gerados por exportações de janeiro a junho de 2016, para R$ 268.645.837,00 no mesmo período deste ano, um aumento de 17%.

De acordo com Márcio, houve um aumento da atividade econômica. “Se fizermos uma análise desde 2013, 2014, estamos retomando uma curva ascendente depois de quase 3 anos difíceis”, avalia.

Cidades da Região tiveram bons resultados

A avaliação do CIESP Jundiaí leva em consideração os 11 municípios da Região: Jundiaí, Cabreúva, Louveira, Campo Limpo Paulista, Cajamar, Jarinu, Campo Limpo Paulista, Morungaba, Vinhedo, Itupeva e Itatiba.

Desses, alguns municípios tiveram resultados mais expressivos, porém pontuais, resultado de transações específicas de algumas empresas. É o caso, por exemplo, de Cabreúva que teve uma receita gerada por exportação cinco vezes maior do que no ano anterior. Ou Morungaba, que importou quase oito vezes mais esse ano.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.